Edição 2015

Resumo

oevento-2015Com Felipe França, Nicholas Santos, Daniel Orzechowski e Henrique Martins – substituto de Matheus Santana, que passou mal durante a noite anterior devido à uma infecção bacteriana –, a equipe brasileira fez bonito e levou a melhor em três das cinco disputas eletrizantes na piscina, não decepcionando o bom público que compareceu na manhã de domingo, dia 13, ao Desafio Piraquê Raia Rápida. Os Estados Unidos, com o experiente Anthony Ervin, ficaram com o primeiro lugar nos 50m livre, enquanto a África do Sul levou a melhor nos 50m costas, com Gerhard Zandberg.

No revezamento 4x50m medley, nos 50m borboleta, com Nicholas Santos, e nos 50m peito, com Felipe França, a equipe brasileira levou a melhor e, com a pontuação geral, garantiu o bicampeonato em 2015!

Data: 13 de setembro de 2015.
Local: Mourisco Mar, Botafogo.


Ações sociais

acoes-sociaisO Desafio Raia Rápida promove ações de responsabilidade social em cada edição.

Na véspera da competição, os atletas dedicam uma tarde para visitar a escolinha de natação de uma comunidade pacificada, levando alegria e incentivo às crianças do projeto.

Neste encontro, são feitas doações de óculos, toucas, sungas e pranchas, tudo isso com direito a sessão de fotos e autógrafos durante uma grande confraternização entre todos.

No dia do evento, a organização do Desafio ainda convida e disponibiliza transporte para crianças de diversos projetos sociais da cidade, para acompanhar os ídolos do esporte internacional e vivenciar momentos inesquecíveis durante a competição.


Equipes

BRA

Daniel Orzechovski

Joinville, SC, 30 anos, 1.92m, 85kg

Campeão sul-americano dos 50m costas em Belém-2012. Líder do ranking mundial dos 50m costas na temporada de 2012. Recordista sul-americano dos 50m costas.

Curiosidade: Com seu tempo de 24.44 nos 50m costas feito em 2012, Orzechowski está na 6ª posição no ranking de todos os tempos da prova, e em 3º se forem excluídos os tempos obtidos com trajes tecnológicos. Ele foi o segundo nadador de Joinville a disputar uma Olimpíada, depois de Eduardo Fischer, que disputou as edições de 2000 e 2004 e com quem treinou durante muito tempo.

BRA

Felipe França

Suzano, SP, 28 anos, 1.86m, 90kg

Campeão mundial dos 50m peito em piscina longa em Xangai-2011 e em piscina curta em Dubai-2010. Recordista mundial dos 50m peito em 2009. Campeão pan-americano dos 100m peito e 4x100m medley em Guadalajara-2011 e Toronto-2015. Campeão pan-pacífico dos 50m peito em Irvine-2010 e vice dos 100m peito em Gold Coast-2014.

Curiosidade: Cesar Cielo era campeão olímpico, mas coube a Felipe França o feito do primeiro recorde mundial da natação em piscina olímpica desde Ricardo Prado em 1982. O feito foi obtido no Troféu Maria Lenk de 2009, na prova dos 50m peito.

BRA

Nicholas Santos

Ribeirão Preto, SP, 35 anos, 1.91m, 87kg

Vice-campeão mundial dos 50m borboleta em Kazan-2015. Campeão mundial em piscina curta dos 50m borboleta em Istambul-2012 e vice-campeão em Doha-2014. Bronze nos 50m livre no mundial de piscina curta de Indianápolis-2004. Vice-campeão pan-americano dos 50m livre no Rio de Janeiro-2007. Campeão mundial universitário dos 50m livre em 2007.

Curiosidade: Aos 35 anos, é o atleta mais veterano da seleção brasileira e mais velho medalhista em campeonatos mundiais. Sua saída do bloco de partida é considerada por muitos técnicos a melhor do mundo, sendo sempre o primeiro a atingir a marca dos 15 metros nas mais fortes competições internacionais.

BRA

Henrique Martins

Campinas, SP, 23 anos, 1.83m, 79kg

Campeão mundial universitário nos 100m livre e 50m borboleta e vice-campeão nos 50m livre em Gwangju-2015. Campeão mundial em piscina curta nos revezamentos 4x50m medley, 4x100m medley e 4x50m medley misto e bronze no 4x50m livre misto em Doha-2014. Atual campeão brasileiro dos 100m borboleta.

Curiosidade: No Campeonato Mundial de piscina curta de 2014, Henrique conquistou três ouros e um bronze sem nadar uma final. Explica-se: ele nadou as eliminatórias dos revezamentos, e dessa forma teve direito às medalhas. Versátil, foi o “curinga” do time: no 4x50m medley masculino, nadou costas; no 4x50m medley misto, foi de borboleta; e no 4x100m medley, nadou livre. Foi escolhido pela tradicional revista americana Swimming World como o melhor nadador da Universíade (Jogos Mundiais Universitários) deste ano.

USA

David Plummer

Norman, 30 anos, 1.91m, 85kg

Vice-campeão mundial dos 100m costas em Barcelona-2013. Campeão mundial do 4x100m medley em Xangai-2011. Atual bicampeão americano dos 50m costas.

Curiosidade: Plummer faz parte da forte geração de nadadores de costas dos Estados Unidos, que inclui campeões olímpicos e mundiais como Aaron Peirsol, Ryan Lochte e Matt Greevers. Teve sua conquista mais expressiva, o vice-campeonato mundial em 2013, já veterano aos 27 anos. Desde 2007 divide seus treinamentos com o trabalho de técnico. Hoje, é técnico assistente da Minetonka High School, em Minnesota.

USA

Mike Alexandrov

Sofia (Bulgária), 30 anos, 1.93m, 91kg

Campeão americano dos 100m peito em 2010. Campeão mundial em piscina curta do 4x100m medley em Dubai-2010. Campeão dos 100m e 200m peito no Duelo Estados Unidos x Europa em 2009. Finalista mundial em Melbourne-2007 nos 100m peito.

Curiosidade: Alexandrov nasceu na Bulgária e pelo país competiu os Jogos Olímpicos de 2004 e 2008. Como tinha dupla cidadania, em 2009 optou por representar os Estados Unidos. Seu pai disputou os Jogos Olímpicos de 1980 pela Bulgária. Alexandrov treina no Trojan Swim Club sob comando de Dave Salo, onde já nadou com estrelas como os campeões olímpicosKosukeKitajima e OussamaMellouli.

USA

Giles Smith

Baltimore, 23 anos, 1.80m, 80kg

Campeão pan-americano dos 100m borboleta e vice no 4x100m medley em Toronto-2015. Bronze no 4x100m medley na Universíade em Kazan-2013.

Curiosidade: um dos poucos negros da elite na natação americana, Smith segue os passos de Cullen Jones, medalhista olímpico, que tem tido papel de destaque na divulgação do esporte entre os negros. Smith diz que deseja promover a diversidade na natação e que um de seus sonhos é motivar crianças vindas de minorias a nadarem.

USA

Anthony Ervin

Burbank, 34 anos, 1.91m, 75kg

Campeão olímpico dos 50m livre em Sydney-2000. Campeão mundial dos 50m e 100m livre em Fukuoka-2001. Vice-campeão pan-pacífico nos 50m livre em Yokohama-2002 e em Goald Coast-2014.

Curiosidade: Um dos mais veteranos nadadores da atualidade, Ervin é o único meda-lhista olímpico em 2000 ainda em atividade. Na ocasião, dividiu a medalha de ouro dos 50m livre com Gary Hall Jr, que na época era seu companheiro de treinamentos. Retirou-se da natação competitiva em 2004 e retornou em 2011, a tempo de conquistar uma vaga para a Olimpíada de Londres. Em 2005, venceu sua medalha de ouro olímpica e doou o dinheiro à UNICEF em favor das vítimas do tsunami do sul da Ásia.

RSA

Gerhard Zandberg

Pretoria, 31 anos, 2.04m, 100kg

Campeão mundial dos 50m costas em Melbourne-2007 e bronze em Barcelona-2003, Roma-2009 e Xangai-2011. Campeão dos Jogos da Comunidade Britânica do 4x100m livre em Melbourne-2006.

Curiosidade: Zandberg é um dos sete atletas em toda a história a ter quatro medalhas na mesma prova em Campeonatos Mundiais de Esportes Aquáticos. Um dos mais altos nadadores do mundo (2.04 m), chegou a anunciar a aposentadoria após o Mundial de 2013, mas reverteu sua decisão e almeja os Jogos Olímpicos de 2016.

RSA

Giulio Zorzi

Johanesburgo, 26 anos, 1.90m, 85kg

Medalhista de bronze nos 50m peito no Campeonato Mundial de Barcelona-2013. Campeão mundial universitário nos 50m peito em Kazan-2013.

Curiosidade: Quando jovem, Zorzi começou a treinar com Cameron van der Burgh, atual campeão olímpico dos 100m peito, de quem se tornou um grande amigo. No Campeonato Mundial de Barcelona, em 2013, foi uma surpresa ao conquistar a medalha de bronze nos 50m peito. Ouviu o hino nacional abraçado ao seu amigo van der Burgh, que venceu a prova na ocasião.

RSA

Roland Schoeman

Pretoria, 35 anos, 1.90m, 84kg

Campeão olímpico no 4x100m livre, vice-campeão nos 100m livre e bronze nos 50m livre em Atenas-2004. Campeão mundial dos 50m livre e 50m borboleta em Montreal-2005 e dos 50m borboleta em Melbourne-2007.

Curiosidade: Além da velocidade, Schoeman também se destaca pelo carisma. Em 2001, conquistou a primeira medalha da África do Sul em Campeonatos Mundiais de Esportes Aquáticos. Mas conquistou o público ao aparecer com uma touca de banho antes de uma de suas provas, e ao imitar um samurai ao ser apresentado em outra prova.

RSA

Brad Tandy

Ladysmith, 24 anos, 1.89m, 88kg

Campeão do NCAA (campeonato universitário americano) nas 50m jardas livre em 2014 e bronze em 2015. Finalista nos 50m livre nos Jogos da Commonwealth em Glaslow-2014.

Curiosidade: Tandy tem uma das saídas mais impressionantes do mundo. Nas 50 jardas no NCAA de 2014, chegou aos 15 metros com o tempo de 4s84, um dos poucos registros da história abaixo de 5 segundos. Para se ter uma ideia, o francês Florent Manaudou, que também tem saída fortíssima venceu os 50m livre no Campeonato Mundial deste ano tendo executado os primeiros 15 metros em 5s05.

ITA

Mirco Di Tora

Ferrara, 29 anos, 1.88m, 83kg

Atual recordista italiano dos 50m e 100m costas. Campeão europeu no 4x100m medley e vice-campeão nos 50m costas em Debrecen-2012.

Curiosidade: Di Tora tem como ídolos o compatriota Emanuele Merisi, medalhista olímpico, e o americano Aaron Peirsol, uma lenda do nado de costas. Também admira em Peirsol o fato de surfar e se divertir a qualquer hora nas águas, “um pouco como eu”, disse certa vez.

ITA

Fabio Scozzoli

Lugo, 27 anos, 1.88m, 82kg

Medalhista de bronze no Campeonato Mundial nos 50m e 100m peito em Xangai-2011. Campeão mundial em piscina curta nos 100m peito em Istambul-2012 e vice em Dubai-2010. Vice-campeão mundial universitário nos 100m peito em Belgrado-2009. Campeão europeu nos 50m peito em Budapeste-2010 e nos 100m peito em Debrecen-2012.

Curiosidade: Apesar da Itália ter tradição na natação e de ter até um campeão olímpico no nado peito (Domenico Fioravanti em 2000), Fabio Scozzoli é o primeiro campeão mundial italiano no masculino. Ele obteve o feito no Campeonato Mundial de piscina curta de 2012, em Istambul, nos 100m peito.

ITA

Luca Dotto

Camposampiero, 25 anos, 1.90m, 80kg

Vice-campeão mundial nos 50m livre em Xangai-2011 e bronze no 4x100m livre em Kazan-2015. Vice-campeão mundial de piscina curta no 4x100m livre em Istambul-2012 e bronze no 4x50m livre em Doha-2014. Campeão mundial junior nos 100m livre e vice nos 50m livre em Monterrey-2008.

Curiosidade: o grande momento de Dotto foi a prata no Mundial de 2011 nos 50m livre, atrás somente de Cesar Cielo. Revelação da competição, aproveitou a exposição e assinou contratos publicitários, entre os quais a Armani Exchange, marca da qual é modelo e estrela diversas propagandas.

ITA

Michele Santucci

Castiglion Fiorentino, 26 anos, 1.87m, 78kg

Bronze no 4x100m livre no Mundial de Kazan-2015. Vice-campeão mundial de piscina curta no 4x100m livre em Istambul-2012. Vice-campeão europeu no 4x100m livre em Debrecen-2012. Bronze nos 100m livre no Campeonato Mundial Junior do Rio-2006.

Curiosidade: Santucci tem suas maiores glórias em revezamentos, a mais recente sendo um bronze no Mundial de Kazan, deixando em quarto lugar a equipe brasileira. Mas uma grande conquista individual lhe traz boas lembranças do Rio de Janeiro: foi lá que subiu ao pódio no Mundial Junior de 2006, aos 17 anos.

Botafogo Mourisco Mar


Horário

Eliminatória
10h 10h03 10h06 10h09
Eliminatória
10h12 10h15 10h18 10h21 10′
       
Final
10h31 10h34 10h37 10h40 10′
Medley
10h50 11h

 

Apoio
Realização
Promoção